sábado, 28 de janeiro de 2012

Café na cama...


"Hoje ela me acordou cedo
Fez um acordo com meu despertar
E como quem quer algo
De cara, deu aquele sorriso típico
De quem tem tudo a oferecer
Café na cama
Ela me abraça e diz que me ama
Depois, abre os braços e a cortina
De espirito aventureiro
Mostra o coqueiro
E pede para ir à praia
Mal coloco a roupa
E vem a louca
A me jogar no chão
Desarrumamos o quarto
Desavisamos o guia
Destinamos nossa intimidade
A revelia de qualquer tipo de monotonia
Deu no que deu
Ela deu o caminho
E eu dei o carinho
Desacatamos as regras locais
Era muita vontade
para ficar destinada ao “agora não, logo mais” 
Eu sabia...
Nos primeiros minutos daquela manhã
Janela aberta com vista para Jacumã
Aquele dengo devasso...
Alguma coisa ela queria

Nunca vi loira com jeito de mulata baiana
Boa na cozinha e de cama
A mulher devora minha fome
Quando vou me dar conta
Perco a conta de quantas vezes ela me deixa com água na boca
Que venham os temperos 
Que venham seus beijos
Com o calor do Nordeste
Que farão demorar nossas 
Noites quentes do subúrbio.

E além de tudo 
Ela baila comigo 
Como quem embala uma criança
Daqui a pouco terá outra dança
Estarei a esperar aqueles braços abertos
E o sorriso típico
De quem tem tudo a oferecer."



COQUEIRO 
Texto delícia do meu querido Edu Soares.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Meu coração é seu!


"O meu coração 
(é)
conhece cada gesto seu."


Ana Carolina


quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

É que eu nasci com o pé na estrada, com a cabeça lá na lua.

Engenheiros Do Hawaii.



Bom feriado amigos Lunáticos =)
Kisses mil!
Paty

sábado, 7 de janeiro de 2012

Lembranças...

Pode ir... Fique a vontade
Não vou te prender
Não vou dizer uma só palavra para que fique
Não será necessário

Mas não tente deixar as lembranças para trás
Será em vão
Elas vão te acompanhar
Sorrateiramente para sempre

Também não perca seu tempo tentando me esquecer
Não fui e não sou alguém comum pra você
Deixei marcas na sua vida
Cicatrizes? ...Talvez
Saudades? ... Certamente

O meu cheiro está impregnado em você
O meu gosto sutilmente guardado na sua boca
O meu sorriso cravado na sua memória
Talvez ... Você não volte
Certamente ... Viverei pra sempre em suas lembranças.

Mariana Rocha

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo