quinta-feira, 29 de março de 2012

Reticências...


"...Quando caminhei com um pé nas nuvens e outro no chão, aprendi a sonhar. 
Quando nasci, passei a saber da morte. 
Quando morrer, aí então saberei da vida; nesta ciranda de amores e cores, espelhos e reflexos, jardins e degraus. 
Sou reticências, para que todas as coisas venham a mim e em mim continuem..."

Guilherme Antunes


sábado, 24 de março de 2012

Planos desfeitos...


Estava estendendo a roupa, arrumando a casa, nossa casa...

Revi os planos feitos nela.
Um a um.
Planos desfeitos.
Um a um.


Cada canto que retirava o pó dava lugar para uma lembrança.
Lembrei de tanta coisa.
Do tanto amor que ali havia.
E tudo agora, se resumia a limpar...
E vou limpando...
Até um dia remover você dessa casa
Vou pintar as paredes, mudar os móveis de lugar, comprar cortinas novas...
Reformar nossa casa...

Meu coração não será mais sua morada. 

Patrícia Rocha





quinta-feira, 22 de março de 2012

Nasceu da poesia...


Se vai dar certo... Se não...
Ah deixa ver, deixa estar!
Senta aqui, sente meu coração...
Está acelerado...
Isso é vontade de você, de fazer acontecer
Quero que aconteça a gente

Tanto tempo e tudo tão guardado
Quero teus beijos 
E teus carinhos 

Quero seu tua 
E quero você em mim... 
Nasceu do pontuar...
Nasceu da poesia, da nossa poesia!

Patrícia Rocha


quarta-feira, 21 de março de 2012

Te enxergar no escuro...


"Só de me encontrar no seu olhar
Já muda tudo
Posso respirar você
E posso te enxergar no escuro..." 

Seu Jorge


sexta-feira, 16 de março de 2012

Conviver com o que ficou...


"A gente faz que entende.
Que encara o desapego;
subestima com naturalidade.

A gente até tenta,
dar as costas ao passado;
conviver com o que ficou.

Mas bem lá fundo,
tudo ainda se move...
Tem dias que o que mais se quer,
é ouvir que nada mudou."

Patty Vicensotti


terça-feira, 13 de março de 2012


Sou tantas...
De tantos... 
E no entanto sou só tua

Patrícia Rocha


domingo, 11 de março de 2012



Pontuei com reticências meus desejos por você 

(...)

Patrícia Rocha


terça-feira, 6 de março de 2012

Abrigo certo...


Vem ,que meu corpo é abrigo certo
Para as incertezas do nosso amor...

Patrícia Rocha

sexta-feira, 2 de março de 2012

Nós

Eu fui "nós", quando deveria ser "eu".
Fui amor, enquanto você era desamor
Fui inteira, enquanto você foi pedaço
Fui soma, enquanto você diminuía

Conjuguei meu melhor verbo
Te transformei em poesia
E você só me calculava em sua matemática
E não me via.

Patrícia Rocha


Sinto sua falta
Sinto falta de tudo
Dos pedaços
Dos inteiros
Do cheiro
De como você me amava...


"És parte ainda do que me faz forte, pra ser honesto só um pouquinho infeliz..."
Renato Russo
 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo