sábado, 18 de agosto de 2012

A menina dos quatro ventos....


Ventava ao norte, sorria ao sul, brilhava a oeste e renovava-se ao leste.
Vinha de grandes tempestades e amanhecia de noites serenas.
Tinha um brilho do sol e brancura da lua.
Respirava a beleza das palavras e as tecia pelo tempo.
Ganhava da vida toda pintada de flor, sendo assim ela perfumava os dias, exalando amor.

E Perdia-se, por se achar demais, envolvida em suas linhas mal traçadas, escritas nas folhas das árvores, só esperando que o próximo vento a levasse.

Patrícia Rocha


4 Estão no mundo da lua:

Joakim Antonio disse...

De brisa a tormenta, conforme o momento e a direção.

Beijo e lindo fim de semana!

Thuan Carvalho disse...

Que inveja do vento, poder tirar essa bela flor para girar.

silvioafonso disse...

.



Toda véspera do dia 23 eu
seleciono as pessoas que
têm a ver com a matéria que
será, por mim, postada no
Blog , Bar do Escritor.
Por isso eu te convido a
entender o porquê das pes-
soas chorarem por quem já
foi linda e hoje luta de-
sesperadamente para não
se perder da lembrança dos
que um dia a ela se rende-
ram.

Espero por ti, com flores
da serra no DIA 23 na
COLUNA do silvioafonso
.

http://bardoescritor.blogspot.com

silvioafonso







.

Argonauta021 disse...

Ei menina dos quatro ventos
corre pro leste vem do oeste,
voa pro sul e flutua sobre as águas ao norte
traz de volta o amor que levaste
leva contigo a minha saudade
teu perfume foi o que deixaste
vem comigo dançar na chuva
que os quatro ventos se curvem
Pois a beleza das flores é dela
Da menina que escreve nas nuvens
e faz poesia nas folhas ao vento.

Muito bacana seu blog!
Quando puder faça uma visita no Blog do Argonauta. Será sempre bem vinda!

Abração.

Argonauta021

Postar um comentário

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo