sábado, 14 de julho de 2012

Nem que por um minuto...


Ainda, nem que por um minuto, não terei tempo pra você. 
Ainda, nem que por um minuto, essa saudade deixara de te pertencer. 
Ainda, nem que por um minuto, tudo que eu escrever não será destinado a você. 
Ainda, nem que por um minuto, tua presença não será tão importante, sendo assim sua ausência não vai me fazer sofrer. 
Ainda, nem que por um minuto, tudo que aqui escrevo seja uma mentira pra mim mesma. 
Mesmo assim, ainda, nem que por um minuto. Vou fingir que nunca te amei.

Patrícia Rocha


3 Estão no mundo da lua:

A.S. disse...

Há minutos que são a eternidade...


Beijos,
AL

Thuan Carvalho disse...

e ao final desse minuto, vai querer parar o tempo.

Thuan Carvalho disse...

Interessante seu blog.
Mesmo.

seguirei, com a sua licença.

Postar um comentário

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo