sexta-feira, 25 de maio de 2012

A cura



Febre dos mil beijos
Delírio dos treze sussurros
Insônia dos cem desejos
Soluços dos seiscentos gemidos
Agonia dos dez dias distantes
Taquicardia das duas horas carnais

Leveza das horas pesadas, quando o desejo consome.
Certeza na incerteza que te ter me faz morada
Assim é você...
Chega como furacão, brasa, consome tudo por dentro.

Até ontem
Todo medicamento era ineficaz,
Vide minha bula
Hoje, quase depois da morte,
Vem você, minha cura.
(e atenua toda loucura) 

Seja segunda vida pós-primeira morte
- Eu sou sua...
Seja sede pó-sexo
- Eu sou tesão...
Seja curativo pós-açoite
- Sou sua salvação... 

Seja minha causa,
Cobaia
Vacina
Alimento
Repouso
Tratamento
Sou inicio
[indicio]
de uma cura
[causa]
sem fim.


Por Patrícia Rocha e Edu Soares




6 Estão no mundo da lua:

Rcruz disse...

Lindo Paty ... fiquei inspirada!

A.S. disse...

Ah!... uma delicia!

Beijos,
AL

Fernanda Fraga disse...

Gostei do dueto Pati.
Um beijo

QUIM disse...

perfeito..bj..bom fim de semana

Sabrina Andrade disse...

"Seja segunda vida pós-primeira morte" <- Isso foi muito perfeito.
Quanto sentimento passado através de meros códigos o qual denominamos: palavras.
Poucas vezes senti o que senti lendo esse texto.
Obrigada por escreverem ♥

A.S. disse...

Busco incessantemente
nas tuas palavras
os contornos do teu corpo,
o caminho dos teus desejos.
... e tocam-se os lábios!


Beijos!
AL

Postar um comentário

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo