sábado, 30 de abril de 2011

Onde?

"Entre a ânsia
e a distância
onde me ocultar?

Entre o medo
e o multiapego
onde me atirar?

Entre a querência
e a clarausência
onde me morrer?

Entre a razão
e tal paixão
onde me cumprir?"

Zila Mamede

6 Estão no mundo da lua:

Lufe disse...

A gente anda sempre numa corda bamba tendendo hora para um lado, hora pro outro....
A felicidade esta no saber dosar....se conseguir.
Há que se arriscar.
Como viver sem a ansia, o apego a querencia e a paixão?
Eu não sei....

bjo

Cidadão Araçatuba disse...

Olá Bom Dia!
Passei aqui para deixar um abraço e dar ás boas vindas á Cia dos Blogueiros!
Legal seu blog viu!

Patrícia Rocha disse...

É Lufe, eu também não sei como...
Sou ansiosa, me apego fácil e estou sempre querendo uma paixão...

Beijos querido:*

Patrícia Rocha disse...

Cidadão Araçatuba

Obrigada pela visita!

Beijos :*

Paulo Tamburro disse...

OLÁ PATRICIA,

destes versos de Zila Mamede, podemos tirar uma conclusão definitiva, qual seja a de ouvir prioritamente, a voz o nosso coração.

É esta consciência interior que nos fará, ter menos dúvidas e,se as tivermos, a sinalização do caminho a seguir será a melhor!

Escute sempre a você mesmo, pois será sempre a sua melhor conselheira.

Afinal, você sendo bonita, inteligente e culta, quem irá resistir aos seus definitivos argumentos e necessidades? (rs).

Um abração carioca, muito ensolarado.

Ps.Que bom, praia nesta época do ano!!!

Patrícia Rocha disse...

Oi Paulo!

Seu comentário, ficará guardado... Obrigada pelo carinho:)

Que sua semana seja bem ensolarada! E que privilégio morarmos no RIO, cidade maravilhosa, não é? :)

Beijos mil para ti :**

Postar um comentário

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo